“Prezado motorista, eu sou um ciclista”
Mon, 25/08/14 – 14:11 | Nenhum Comentário

A ONG ENDEVR, mais conhecida como a criadora da pulseira médica MyID, lançou a campanha “Dear Motorist” (Prezado Motorista) com o objetivo de promover a segurança da atividade ciclista nos EUA.
Segundo dados fornecidos …

Continue lendo »
Assim não!!!

O que uma Organização Pública NÃO deve fazer para realizar uma boa comunicação… Imperdível!!!!

Comunicação Digital

Tire suas dúvidas sobre o universo da Comunicação Digital. Novas mídias, estratégias de comunicação digital…

Comunidade Interlegis

Saiba o que acontece na comunidade mais importante do Poder Legislativo brasileiro.

O Design Público

A comunicação publicitária a serviço do interesse público. Campanhas publicitárias, mobilização social, design…

Tipografia

Discuta, aprenda, crie… e tire suas dúvidas sobre tipografia, design gráfico e comunicação visual.

Home » Video

Meu primeiro “robotripping” (‘nojento’, porém esclarecedor!)

Postado por em Saturday, 2 June 2012Um Comentário

O Dextrometorfano (DXM) é uma droga antitussiva. É um dos ingredientes ativos usados para prevenir tosses em muitos medicamentos de venda direta, como os chamados xaropes antitússicos (ou antitosse, se preferir).

Quando a dosagem máxima especificada no rótulo é excedida, o dextrometorfano age como uma droga alucinógena dissociativa. Seu mecanismo de ação é antagonizar os receptores NMDA, produzindo efeitos similares das substâncias controladas, ketamina e fenilciclidina (PCP).

“Robotripping” é uma gíria criada para descrever os efeitos colaterais sentidos por alguém que ingere uma dose maior que a recomendada de dextrometorfano (DXM).

Segundo a Wikipedia, o dextrometorfano, quando consumido em baixas dosagens “recreativas” (entre 100 e 200 mg), é descrito como tendo um efeito eufórico. Com doses médias (cerca de 400 mg, ou 2,5 a 7,5 mg / kg), alucinações e euforia intensa, imaginação vívida e até o fechamento dos olhos podem ocorrer. Com altas doses (600 mg, ou 7,5 mg / kg ou mais), pode acontecer alterações profundas na consciência e muitas vezes os usuários relatam experiências “fora do corpo” ou mesmo psicose temporária.

O filme publicado neste post mostra alguns dos desagradáveis efeitos colaterais do “robotripping”. O vídeo é chocante (nojento, pode-se dizer!) mas serve como alerta aos desavisados que fazem o “uso recreativo” do dextrometorfano.

Você pode obter mais informações sobre a campanha no site http://www.dxmstories.org/.

Posts Relacionados

Um Comentário »

Qual a sua opinião sobre este artigo?

Envie o seu Comentário abaixo, ou trackback a partir do seu próprio site. Você pode ainda assinar os comentários deste artigo via RSS.

Seja legal. Mande apenas o seu comentário. Não envie Spans.

Você pode usar esses tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Para ter sua foto ao lado de seu comentário é preciso ter cadastro no site Gravatar. Tendo isso, sua foto será sempre exibida no CHAPA BRANCA e em qualquer outro lugar que também use o Gravatar.