Se elas encontrarem, elas vão brincar…
Thu, 17/07/14 – 9:16 | Nenhum Comentário

“Se elas encontrarem, elas vão brincar. Mantenha suas armas em lugar seguro”, esta é a mensagem desse anúncio da EVOLVE, ONG norte-americana, que atua na prevenção da violência armada nos EUA.
A EVOLVE parte do princípio …

Continue lendo »
Assim não!!!

O que uma Organização Pública NÃO deve fazer para realizar uma boa comunicação… Imperdível!!!!

Comunicação Digital

Tire suas dúvidas sobre o universo da Comunicação Digital. Novas mídias, estratégias de comunicação digital…

Comunidade Interlegis

Saiba o que acontece na comunidade mais importante do Poder Legislativo brasileiro.

O Design Público

A comunicação publicitária a serviço do interesse público. Campanhas publicitárias, mobilização social, design…

Tipografia

Discuta, aprenda, crie… e tire suas dúvidas sobre tipografia, design gráfico e comunicação visual.

Home » Video

Mocinhos ou bandidos? (O Brasil por Eduardo Bueno)

Postado por em Sunday, 8 July 2012Um Comentário

Neste post assista os mais novos vídeos de Eduardo Bueno produzidos pelo History Channel Brasil. Nesta série Bueno conta a história de personagens controversos em nossa História. Afinal, eles são mocinhos ou bandidos?

AMÉRICO VESPÚCIO (vídeo acima): dos navegadores que vieram ao Novo Mundo, nenhum ficou mais famoso do que Américo Vespúcio. Prova disso é que seu nome batizou o continente descoberto por Colombo. Vespúcio era fascinante: rico, bonito, charmoso e escrevia bem. Contudo, também era dado a exageros. Alguns historiadores acham que ele falsificou a carta em que diz ter chegado ao Caribe antes de Colombo“.

MARTIN AFONSO DE SOUZA

Martin Afonso de Sousa fez muito pelo Brasil: foi chefe da primeira grande expedição que explorou a costa brasileira, expulsou os franceses de Pernambuco e fundou São Vicente, a primeira vila dos portugueses na América. Mas, depois que partiu do Novo Mundo, em 1532, não fez mais nada. Só teve olhos para a Índia, onde, aliás, roubou muito“.

CALABAR

“A ocupação holandesa do Brasil durou 25 anos e teve o guerrilheiro Domingos Calabar como uma das figuras mais controversas. Primeiro, ele lutou com os portugueses, depois passou ao lado holandês, sem motivos claros. O fato é que, após vencer várias batalhas, foi preso, torturado, enforcado e esquartejado pelos portugueses. Seu nome, ainda hoje, é sinônimo de traição”.

CUNHAMBEBE

“O líder Cunhambebe deve ter sido um dos índios mais temidos do Brasil colônia. Cunhambebe era Tamoio e vivia perto de Angra dos Reis (RJ), no século 16. Aliado dos franceses, dizia ter comido 62 inimigos entre nativos e europeus. Não faz muito tempo, foi tema de um livro famoso em que foi chamado de “meu querido canibal”. De querido, Cunhambebe nunca teve nada…”

JOSÉ DO PATROCÍNIO

“Um dos heróis da abolição, José do Patrocínio foi um jornalista brilhante, com simpatias monarquistas e que ficou conhecido como “o Tigre da Abolição”. Após a queda do Império, Patrocínio foi enviado ao exílio na Amazônia, mas recebeu o perdão um ano depois. Contudo, nunca recuperou o antigo prestígio. Morreu na miséria, em 1905, esquecido e desamparado.”

SILVA JARDIM

“Republicano convicto, o advogado e jornalista Antônio Silva Jardim foi inimigo radical da monarquia e da escravidão. Quando a república foi proclamada no dia 15 de novembro de 1889, sem derramamento de sangue, Silva Jardim ficou decepcionado. Como não conseguiu se eleger senador, partiu para a Europa. Acabou morrendo em 1891, quando decidiu escalar o vulcão Vesúvio”.

RAPOSO TAVARES

“De todos os bandeirantes paulistas, talvez nenhum seja mais famoso do que Raposo Tavares. Nascido em Portugal, em 1618, Raposo chegou ao Brasil com 20 anos. Capturou, escravizou, matou milhares de indígenas e foi um dos principais responsáveis pela destruição das reduções jesuíticas no Paraná e no Rio Grande do Sul.”

LAMPIÃO

“Como um Robin Hood da caatinga, Lampião adquiriu uma aura mitológica. Por quase duas décadas, o rei do cangaço aterrorizou os sertões de vários estados do Nordeste. Em 1938, depois de anos de perseguição, Lampião foi morto às margens do rio São Francisco. Sua cabeça decepada ficou exposta ao público, mas isso só fez aumentar o mito em torno desse famoso bandoleiro.”

MARIA BONITA

“Se Robin Hood teve sua Marian, Lampião teve sua MariaBonita. O caso de amor entre o rei do cangaço e a famosa bandoleira é um dos mais comovedores de todos os tempos na história do Brasil. Eles se conheceram em 1928 e, por 10 anos, apavoraram o nordeste inteiro. Até que, em 1938, eles e mais 9 cangaceiros foram cercados e mortos às margens do Rio São Francisco.”

GETÚLIO VARGAS

Getúlio Vargas talvez tenha sido a figura mais importante do Brasil em todos os tempos. Foi presidente durante 20 anos e mandou na política nacional por um quarto de século. Mas, em 1937, deflagrou o Estado Novo, que levou o Brasil à repressão, à censura e à tortura. Foi deposto em 1946. Pressionado por inimigos, suicidou-se em 1954. Saiu da vida para entrar na história.”

SEPÉ TIARUJU

Sepé Tiaraju era um índio guarani que viveu nas reduções jesuítas onde hoje está o Rio Grande do Sul, no século 18. Durante a Guerra Guaranítica, virou líder dos guaranis. Contudo, foi morto logo na primeira batalha, em 1756. Até hoje, ele é venerado como São Sepé, uma espécie de santo popular no imaginário da região missioneira do Rio Grande do Sul.

CHICA DA SILVA

Chica da Silva nasceu por volta de 1730, perto de Arraial do Tijuco, hoje Diamantina (MG). Em 1754, o nobre português João Fernandes de Oliveira se apaixonou por ela, a alforriou e eles se casaram. Tiveram 13 filhos, e Chica era quase “dona” de Diamantina. Tinha propriedades e morreu com mais de 60 anos. Foi enterrada em uma igreja, privilégio de brancos poderosos.”

Posts Relacionados

Um Comentário »

  • Sálvio Montenegro says:

    Meu caro Eduardo Penna Bueno.
    Boa tarde.
    Antecipadamente quero lhe dizer que sou admirador dos seus históricos CONHECIMENTOS e comentários sobre a história dos brasileiros (portugueses) que aqui, falsamente fizeram o seu nome. Você realmente os mostra quem na realidade falsos são.
    Tenho um desafio para você! Que além de historiador, também é um investigador da história.
    Não sei se lá para o ano 3000 (tres) isso mesmo, nós teremos outro Eduardo Bueno, para investigar a verdade sobre falsos mitos. êste de que eu aqui falo, chama-se CHICO MENDES.
    Se algo não for feito em termos de desmascarar tal falso mito, êle no futuro, será aclamado como o novo Jesus Cristo (das Florestas).
    Você teria interesse em entrevistar o Sr. DARLY ALVES? Conhecer a verdadeira história do acontecido entre esta pessoa e o Chico Mendes? Pesquisar também o Processo crime que está arquivado no Forum da Comarca de Xapuri – Acre?
    A CNBB, juntamente com o PV e principalmente o PT, são os responsáveis por esta falsa criação.
    Sou advogado filho do Acre, Rio Branco / Xapuri e gostaria de patrocinar esta entrevista sua com o velho Darly Alves.
    Se isto não acontecer, certamente que os nossos descendentes, num futuro distante, não irão conhecer a realidade dos fatos. E sim, irão reverenciar um falso mito, DEUS DAS FLORESTAS.
    Tenho certeza de que se você se dispor neste empreitada, quem passará para Historia, como grande historiador será você.
    Desculpe-ne Eduardo Bueno, este foi o único canal de comunicação que consegui para contatar com você. Se você me responder é porque você estas minhas palavras.
    Do seu admirador,
    Sálvio Montenegro.

Qual a sua opinião sobre este artigo?

Envie o seu Comentário abaixo, ou trackback a partir do seu próprio site. Você pode ainda assinar os comentários deste artigo via RSS.

Seja legal. Mande apenas o seu comentário. Não envie Spans.

Você pode usar esses tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Para ter sua foto ao lado de seu comentário é preciso ter cadastro no site Gravatar. Tendo isso, sua foto será sempre exibida no CHAPA BRANCA e em qualquer outro lugar que também use o Gravatar.