Financiamento Estudantil oferece mais de 12 mil vagas remanescentes no segundo semestre

O FIES é um programa fundado pelo Ministério da Educação afins de financiar a graduação de ensino superior de estudardes que estudam em instituição particulares.

Poderão solicitar o Financiamento estudantil para o Estudante do Ensino Superior todas aquelas pessoas que não concluíram nenhum curso superior e que possuam uma renda familiar em torno de 2,5 salários mínimos, além disso é preciso ter participado de alguma das edições do Enem desde 2010 até este ano atual e obter pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação.

Tendo esses requisitos listados acima, você estará apto a estudar em cursos superiores que tenham avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação e solicitar o seu financiamento estudantil.

Porém não pensem que tão fácil assim existem mais alguns requisitos Para Cada tipo de financiamento.

Abaixo você saberá como solicitar o seu Fies e ver quais são as faculdades que estão aptas pelo ministério da educação a receber alunos que irão financiar o seu estudo e também como realizar a inscrição Fies 2019.

Saiba como Solicitar o seu Fies

Para solicitar o seu FIES 2019 é preciso que você:

Faça sua inscrição no SisFIES que é o Sistema Informatizado do FIES. Nele é possível que você realize o seu cadastro e a validação de suas informações junto ao programa do Fies;

Informe seus dados pessoais. Para que eles possam registrar as suas informações no banco de dados e dar segmento ao processo;

Após validar suas informações, você tem até 10 dias para comparecer à instituição bancária e contratar o financiamento.

Onde você poderá escolher entre os 3 tipos de financiamentos como o:

Fiança Convencional

É aquela prestada por até dois fiadores apresentados pelo estudante ao agente financeiro. Porém é preciso que o fiador possua uma renda mensal bruta pelo menos igual ou o dobro da mensalidade paga pelo estudante.

Fiança Solidária

A fiança solidária é a garantia oferecida reciprocamente por estudantes financiados pelo FIES reunidos em grupo de três a cinco participantes, em que cada um se compromete como fiador solidário da totalidade dos valores devidos individualmente pelos demais.

Mas, para isso ser feito é preciso que os membros do grupo de fiadores estudem na mesma instituição de ensino.

Fundo de Garantia de Crédito Educativo – FGEDUC

O FGEDUC é uma opção para os estudantes que desejam financiar cursos superiores não gratuitos e tenham dificuldade em apresentar fiador.

Para saber mais informações referente aos tipos de finanças entre no site do Fies e tire suas dúvidas através dele.

Pagamento Fies

Para realizar o pagamento do Fies é preciso que anteriormente você escolha qual tipo de financiamento você irá realizar, pois se caso, você utilize do serviço 50% de bolsa estudantil você efetuará o pagamento da sua faculdade mensalmente, porém com um valor abatido pela metade. E só pagará o resta da dívida um ano depois do termino da sua faculdade.

O mesmo é ocorrido com o financiamento de 100% onde o estudante não irá efetuar nenhum pagamento a instituição de ensino particular no período que estiver cursando. Pagando assim, um ano após a realização do seu curso.

Para pagar o Fies o aluno poderá escolher dois tipos de pagamentos a fazer:

  • Parcelas trimestrais: são referentes aos juros do financiamento e têm o valor máximo definido no edital de cada edição. Essas parcelas devem ser pagas durante todo o curso financiado e até um ano e meio após a formatura.
  • Parcelas mensais: começam a ser pagas um ano e meio após a formatura e o valor vai depender de fatores como: duração do curso financiado, mensalidade, renda do estudante, valor financiado, etc. Cada contrato é único e, caso seja selecionado.

Você terá acesso a todos os valores exatos antes de assinar o seu contrato do FIES.

Agora que você sabe como solicitar o seu financiamento estudantil e tem o conhecimento de como efetuar o pagamento através dele não perca mais tempo e faça a sua tão sonhada faculdade agora mesmo. Boa Sorte!!

Site reúne bolsas de estudos para o ensino básico

Como todos sabemos, a cada dia que passa o mercado de trabalho está mais competitivo. Hoje em dia quem não terminou os estudos praticamente não tem nenhuma chance de conseguir um bom emprego. Até mesmo quem já terminou o ensino obrigatório sente dificuldades. E é por este motivo que existem instituições que são especializadas em realizar os mais diversos cursos personalizastes em todo o Brasil.

Sendo assim, conheça o Educa Mais Brasil, e todos os cursos que o programa oferece, disponibilizando ainda bolsas de estudo de até 70%.

Neste artigo vamos dar detalhes dos cursos do ICEP. Para quem não sabe, o ICEP é uma instituição que fica localizada no distrito federal, e tem como principal função oferecer diversos cursos profissionalizantes totalmente gratuito. Isso mesmo, se você for um dos beneficiados você não paga absolutamente nada para fazer um curso no ICEP. Atualmente a intuição está oferecendo mais de 700 vagas para cursos de várias áreas de atuação.

Existem cursos por exemplo para garçom, recepcionista e até mesmo pedreiro, que é uma área que sempre está precisando de novos profissionais capacitados. Ou seja, se você mora atualmente no distrito federal e está interessado nessas vagas, basta entrar no site oficial da instituição (o link vai estar logo abaixo) e saber os demais detalhes para fazer a sua inscrição o mais breve possível.

A inscrição Educa Mais Brasil pode ser realizada através do site oficial do programa, sendo um processo muito simples, basta seguir o passo a passo e escolher o curso que deseja, tendo também disponíveis todas as opções citadas acima.

Vale lembrar que para fazer a inscrição é necessário duas fotos 3×4, além é claro da carteira de identidade, CPF e número do PIS ( você pode conseguir este número em qualquer agência da caixa).O endereço do ICEP no Distrito Federal é : CSE 6 Lote 32, no bairro Taguatinga Sul. Se você tem mais alguma dúvida, você pode ligar para (61)32028020. Lá eles vão te dar todas as explicações que você precisar. Se você não quiser ligar, você pode também sanar suas dúvidas entrando no site oficial. O link está logo abaixo.

Site do ICEP >>Espero que você consiga fazer a sua inscrição e que se torne um ótimo profissional. Se você gostou do post, compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Clique nos botões ao lado.

Versão digital do registro de veículo é disponibilizada

Os estados brasileiros passaram a disponibilizar serviços online para todos poderem acessar sem precisar sair de casa para tal. Um dos mais procurados é a 2 Via Licenciamento, onde podemos encontrar em sites diferentes, dependendo do estado em que a pessoa reside. Por isso fique atento a essa nova consulta pela internet, e saiba como você pode estar realizando a mesma. Pegamos como exemplo o estado de São Paulo, mas tem outros estados que já oferecem a consulta a esse documento pela internet também.

Emissão 2 Via Licenciamento

Para consultar 2 Via Licenciamento você vai precisar de alguns dados, no caso os seguintes:

  • Número do RENAVAM
  • Número do CPF ou CNPJ

Veja no site da Secretaria da Fazenda de São Paulo como você pode estar emitindo esse documento: www.fazenda.sp.gov.br

Para os demais estados você também precisa informar os dados para que o documento seja gerado. Outro exemplo seria a segunda via licenciamento de Goiás, veja no site como emitir:

  • Site Detran Goiás: detran.goias.gov.br

Outro exemplo é o site do Detran do Rio de Janeiro, que para consultar segunda via licenciamento 2019 RJ é necessário informar ainda mais dados, confira: www.detran.rj.gov.br

Você pode notar que para ter acesso a esse documento você precisa entrar no site especifico da região em que você mora, e assim informar os dados pedidos para que você consiga consultar o mesmo. A emissão 2 via licenciamento não tem nenhum custo a mais para você. Agora que você já sabe quando funciona toda vez que você precisa da guia desse documento você emite no site do Detran do seu estado, como também no site da Secretaria da Fazenda, procure saber onde o documento está disponível.

Com a internet ficou bem mais fácil resolvermos os nossos problemas, não é mesmo?